Gostou? Compartilhe!

segunda-feira, 18 de março de 2013

Eu sou como devo ser? - Dever e Virtude

Olá, visitantes queridos?
Como vão todos?

Hoje trago uma dica de aula para juventude ( 12 - 15 Anos) cujo tema é embasado na frase dita por nosso querido Chico Xavier:


Eu permito a todos serem como quiserem e a mim como devo ser." 
 O tema da aula foi retirada do Evangelho de acordo com o cronograma idealizado pelo coordenador.

Cap. XVII – Sede Perfeitos (Evangelho Segundo o Espiritismo) item 7 a 9
Objetivo principal: A busca do autoconhecimento como chave para compreender o próximo.
Objetivo secundário:  Todos usamos “personas”. É preciso enxergar através do Outro. E, assim, enxergamos a nós mesmos. O Desafio da Alteridade. 


BIBLIOGRAFIA

O Evangelho Segundo o Espiritismo
O Livro Dos Espíritos – questão 621  (Onde está escrita a Lei de Deus? – Na consciência.)
“O Ser Consciente” e “Triunfo Pessoal” de Joanna de Ângelis.
Aprender brincando. Dinâmicas, muitas dinâmicas.
O que é o “Dever”? ( Artigo de Maria Aparecida Ferreira Lovo – Jornal Verdade e Luz, nº 178 disponível em: http://www.espirito.org.br/portal/artigos/verdade-e-luz/o-dever-lei-moral.html E http://www.forumespirita.net/fe/o-ceu-e-o-inferno/o-dever-a-virtude/

A frase de Chico Xavier é mais complexa do que parece. E, para tanto, é preciso entender o que é " O Dever" de acordo com o conhecimento doutrinário. É uma questão filosófica de alteridade e dever pessoal. Confesso, até a necessidade de dar esta aula eu não havia entendido o profundo significado desta frase dita por um homem simples como nosso querido Chico. E, quando me debrucei no estudo, encantei-me de tal forma que escolhi a frase de Chico para abrir a aula. 

Assim, sugiro a confecção de um cartaz com essa frase para receber os jovens e através dela conduzir o estudo. 

DINÂMICAS UTILIZADAS:


O Mercador de Máscaras do Ego - O facilitador irá vender máscaras. Estas máscaras conterão algumas características e o facilitador, de forma teatralizada, irá oferecê-las aos evangelizandos.  Eles deverão escolher a máscara que mais se adéqüe a sua personalidade.

Conversando com o Homem no espelho – Montagem de uma “coxia” no canto da sala. Após a dinâmica das máscaras os evangelizandos serão exortados a se livrar delas. Como fazer isso? Nesta coxia teremos um espelho e a fraseγνῶθι σεαυτόν.  É o vocábulo grego para a frase “Conhece-te a ti mesmo”

Análise da Música “Man In The Mirror” de Michael Jackson.


ROTEIRO DA AULA:

* Pedir que os jovens leiam a frase de Chico e perguntar se algum deles tem ideia do quê significa. Conduzir um bate papo e enfatizar o tema da aula " Dever e Virtude."

* Após a chuva de ideias sobre a palavra "dever" propor aos jovens que desvendem o mistério pedindo que um deles abra o Evangelho Segundo o Espiritismo em " O DEVER" e solicitar que um jovem leia apenas a primeira frase:  : O dever é a obrigação moral primeiro para consigo mesmo e depois para com os outros.

O "Biombo".
Circular a palavra “devo”.   A noção de dever, trocando em miúdos, passa pelo conhecimento de si mesmo e norteia como devemos agir diante das mais variadas situações. E uma LEI MORAL pelo qual o homem deve se conduzir. É, em suma, " O amar ao próximo como a si mesmo. " ( Caro evangelizador, leia o material de apoio - em bibliografias- para desenvolver o seu próprio fio condutor da aula. Eu desmembrei a frase para que ela me levasse ao primeiro objetivo: o auto conhecimento.)


DINÂMICA " O MERCADOR DE MÁSCARAS"

Será que eu sou como devo ser? A questão do Ser é uma questão complexa e vamos convidar o jovem a pensar sobre isso através da dinâmica do "Mercador de Máscaras".

* Confeccionar máscaras para o número correspondente de jovens ( se você puder adquirir máscaras prontas, tanto melhor.) Nos anexos - logo abaixo - você encontrará um modelo de máscara para confeccionar.

Facilitador: ( ele mesmo pode usar uma máscara para encarnar "a personagem") A questão do Ser é um dos conceitos mais complexos de toda a humanidade. Eu quero convidá-los a pensar nisso. É o nosso primeiro desafio da noite. E para ajudá-los nesta tarefa milenar hoje tenho o prazer de apresentar-lhes a minha mercadoria. 

** Expôr aos jovens todas as máscaras confeccionadas de acordo com o número de participantes. Cada máscara deve trazer um sentimento ou uma personalidade descrita, como: "racional", " Tô nem aí", " Sentimental", "Namorador", "articulado", "tímido", " vigoroso", "agitado", "cizudo", "observador", "Tô sempre feliz", "Depressivo", "Do Contra", " Orgulhoso"...

Facilitador: Vocês estão diante das Máscaras do Eu. A grande vantagem da minha mercadoria é que elas lhe dão o poder  aparentar outra pessoa. Elas dão o poder a vocês de esconderem quem vocês realmente são.  E para isso, existem aqui várias máscaras do Eu com sentimentos diversos. Vocês devem escolher a máscara que vocês acreditem dar-lhes maior vantagem na vida. Que máscara é mais útil para mim no dia a dia?

** Deixar que os jovens escolham uma máscara e as coloquem. Após, você poderá colocar uma música de fundo para continuar a dinâmica.

FACILITADOR: ( Solicitar que os jovens caminhem pela sala com as máscaras. Uns olhando para as máscaras do Outro.) Quero que vocês pensem até que ponto eu tenho medo de dizer quem eu sou para o Outro. E até que ponto eu preciso dessas máscaras para viver. Será que eu percebo que estou usando uma máscara?
Quando estou caminhando pela sala encontro o Outro. Seja ele meu amigo ou meu inimigo. Todos estão usando máscaras. Será que eu percebo no Outro a mesma Máscara que eu mesmo estou usando? Vocês podem estar pensando o quanto isso é bobo. Ou se sentirem ridículos ao andarem pela sala de máscaras. Mas não é tão bobo assim. E nem é tão simples assim. Eu estou dando o poder a todos vocês de enxergarem  a Máscara do Outro.  Pensem: quantas vezes isso acontece no mundo real. No além da sala de evangelização.  Agora quero que vocês encontrem alguém e troquem de máscara com ela. Muito bem. Isso também acontece. Nós invejamos as máscaras alheias. Queremos possuí-las ou se não queremos possuí-las entramos em atrito com a máscara do Outro. Então, eu digo: “ Se você é indiferente comigo, serei indiferente em dobro.”, “ Não estou nem aí para a sua opinião.”, “ Eu estou sempre engolindo sapo, agora não perdoo mais.”, entre outras coisas. E então, temos uma briga homérica onde ninguém consegue ver que são brigas de máscaras...

Parem  onde estão. Quero que olhem para quem estiver mais próximo e pensem: Quem está por trás daquela máscara?Quais serão as dores, os tormentos que aquela pessoa está passando? O que é que eu estou vendo? Eu só vejo uma máscara. Será que eu tenho como ver além? Ah, você tem. Nós vamos para o próximo passo no caminho para Ser quem Eu Devo Ser e deixar os outros serem como quiserem. 

DINÂMICA " CONVERSANDO COM O HOMEM NO ESPELHO"

Nesta segunda parte da aula eu construí uma espécie de "coxia", utilizando um biombo doado por um hospital. Em seu interior, coloquei um espelho e uma frase em grego (nos anexos).

FACILITADOR - Enxergar a máscara do Outro é difícil. Mas pior mesmo é enxergar a nossa própria Máscara. Por isso, para essa nossa conversa, convidei alguém muito importante que está naquela coxia, esperando para conhecer cada um de vocês.
Esta pessoa dará o poder para que vocês comecem a se livrar da máscara que carregam. Estão preparados? Quero lembrar que não vai ser fácil, não. E não sei se quem está esperando vocês do outro lado vai ser agradável de se conhecer. Tem gente que detesta. Odeia mesmo. Vocês terão alguns minutos com essa pessoa e quando vocês se encontrarem com essa pessoa, vocês poderão retirar a máscara que carregam. Quando vocês estiverem com essa pessoa quero que olhem nos olhos dela durante estes minutos e perguntem qual seria a sua maior virtude e qual é o seu maior defeito.    Outra coisa: vocês não tem permissão para falar do encontro com ninguém. Vocês tem que permitir que cada um tenha a sua própria experiência.

A partir daí, o facilitador terá a chance de abordar a questão dos vícios e virtudes. E abordar a frase em grego cuja tradução é a fórmula do Dever: " Conhece-te a ti mesmo."

CONCLUSÃOVamos voltar a frase do Chico?  Ele é como deve ser – reconhecendo seus vícios, lutando para conquistar virtudes espirituais, aceitando as suas máscaras. – Mas permite ao seu próximo que ele seja como quer ser. Não lhe cabe julgar o outro, mas mudar a si mesmo.

Esse exercício de conversa consigo mesmo deve ser constante. Que nós não sejamos mais cegos. Que a gente possa mudar os nossos modos – lembram daqueles vícios? – e fazer aquela mudança. Vamos ser como devemos ser, ouvindo a voz de nossa consciência.

Para finalizar a aula, distribuir entre os jovens a música " Man In The Mirror" de Michael Jackson e propor ouvi-la. Se você tiver tempo pode conduzir a análise da música ou dedicar uma aula apenas para trabalhar a letra. Fique à vontade para adaptar a aula como desejar.



ANEXOS:




Letra da Música Man In The Mirror.



Vocábulo grego.



Máscaras:
Acesse o site "Recreio" e confira o molde super fácil desta máscara. Depois é só você escrever o Sentimento correspondente.



4 comentários:

  1. Adorei essa aula! Muto obrigada pela dica que os amigos espirituais superiores continue te inspirando e te intuindo sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Que bom! Espero que possa ajudar em seus roteiros de aula! Que os amigos espirituais estejam sempre conosco nessa tarefa inspiradora!
      Um grande abraço fraterno!

      Excluir
  2. Encontrei no seu blog o que eu precisava para algumas reflexões de estudo em grupo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kaddu! Seja bem vindo! Fico feliz em saber. Volte quando quiser. =)

      Excluir